Vidros Temperados - Bona vidros

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Vidros Temperados

O VIDRO TEMPERADO
O vidro temperado é considerado um vidro de segurança, pois quando fraturado se fragmenta em pequenos pedaços, com arestas menos cortantes que o vidro comum. Tem resistência mecânica cerca de quatro a cinco vezes superior a do vidro comum.
Entretanto, depois de acabado, não permite novos processamentos de cortes, furos ou recortes.
Durante o processo de fabricação, o vidro temperado é submetido a um tratamento térmico de têmpera, que torna este tipo de vidro mais resistente a choques mecânicos e térmicos, preservando suas características de transmissão luminosa e de composição química. No processo de têmpera, o vidro é submetido a aquecimento controlado que eleva sua temperatura a cerca de 650º C e, logo em seguida, passa por resfriamento brusco, resultando em um choque térmico responsável pelo aumento de sua resistência mecânica.
Corpo sólido, transparente, duro e frágil, obtido pela fusão de areia com soda ou potassa. O vidro é uma substância inorgânica homogênea e amorfa (sem forma definida), obtida através do resfriamento de uma massa líquida a base de sílica.
Em sua forma pura, o vidro é um óxido metálico superesfriado transparente, de elevada dureza, essencialmente inerte e biologicamente inativo, que pode ser fabricado com superfícies muito lisas e impermeáveis. Estas propriedades desejáveis conduzem a um grande número de aplicações. No entanto, o vidro é frágil, quebrando-se com facilidade.
O vidro distingue-se de outros materiais por várias características: não é poroso nem absorvente, é ótimo isolador, possui baixo índice de dilatação e condutividade térmica, suporta pressões de 5.800 a 10.800 kg por cm².

CARACTERÍSTICAS:
- Reciclabilidade
- Transparência (permeável à luz)
- Dureza
- Não absorvência
- Ótimo isolante elétrico
- Baixa condutividade térmica
- Recursos abundantes na natureza
 
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal